Categoriespartículas de cinema

Contratiempo, pelo et(h)eriano Rui Sousa

Este filme espanhol de 2016, que está no catálogo da Netflix Portugal, mostra bem como a vida pode-se alterar em poucos minutos e como um cidadão comum pode ver-se transformado num criminoso.
Quando tudo começa, vemos Adrián Doria (interpretado por Mario Casas) acorda num quarto de hotel ao lado de um corpo inanimado de uma mulher. Ao constatar que está morta, agentes da polícia entram de rompante e prendem-no por homicídio.
images
A história avança no tempo para outro quarto noutro edifício, quando o vemos a falar com uma advogada especialista neste tipo de situações de seu nome Virginia Goodman (Ana Wagener)  e esta informa-o que daqui a pouco a polícia virá buscá-lo e que por isso é melhor ele dizer exactamente o que aconteceu para que a sua defesa possa ser bem preparada.Pressionado pela contagem decrescente, Adrián começa então a falar.
Recuamos no tempo e ficamos a saber que se trata de um jovem empresário de sucesso que se encontra numa escapadela romântica com a amante Laura Vidal (Bárbara Lennie), enquanto a sua mulher pensa que ele está numa viagem de negócios em Paris.
Ao terminar este encontro, os dois entram no mesmo carro para se embora e cada um ir para sua casa. E é aí que a desgraça acontece. Durante o percurso, Adrián escolhe ir por um atalho, e como já sabemos pela sabedoria popular “quem se mete por atalhos, mete-se em trabalhos”. E esse ditado não se podia aplicar melhor aqui pois quando um animal se atravessa na estrada, o carro rapidamente faz um “pião” para evitá-lo o que se vai causar um embate com um carro que vinha no sentido contrário.
Após alguns momentos de pânico, rapidamente constatam que estão bem e resolvem sair do veículo para verificarem o estado do outro motorista. Infelizmente para ambos, constatam que este está morto.
fotofilme
A partir daqui as suas vidas mudam radicalmente. Não era suposto estarem ali e tiveram um acidente que causou a morte a uma pessoa. E agora, que fazer? Enquanto pensam nisto, passa outro condutor no local e ao ver dois carros acidentados pergunta se está tudo bem. Rapidamente conseguem convencer o homem que estão bem e ainda o convencem que cada um deles ia no seu carro e que vão resolver tudo de forma amigável.
O outro condutor parte, eles resolvem encobrir a situação atirando o carro para um lago para ocultar tudo e regressam às respectivas casas, cada um à sua vida.
Claro que nestas coisas, não há crimes perfeitos e acaba-se por saber que o condutor morto está dado como desaparecido pelos pais. Rapidamente inicia-se uma investigação que vai por os nervos deste casal à prova e testar as capacidades da advogada para tentar dar a volta á situação com base na informação que recebe. A história irá avançar e recuar no tempo para nós espectadores termos uma melhor compreensão dos factos.
Não vou adiantar mais pormenores para não correr o risco de “spoilers”, mas posso garantir que vai haver surpresas.
À medida que tudo se desenrola, vamos aprendendo melhor a situação, compreendendo assim melhor o que aconteceu enquanto novos personagens vão sendo acrescentados.
Este é um thriller empolgante que nos surpreende. Uma história muito bem contada e interpretada.
Irá o crime compensar? É ver, para saber…
Categoriespartículas das viagens

Nova Iorque é maior vista de cima, pelo et(h)eriano Rui Azeredo

 
Sempre achei que ao pisar Nova Iorque iria ficar assoberbado com a altura dos arranha-céus. São impressionantes, é verdade. O céu azul praticamente só se vê em frinchas, as sombras dominam a paisagem, e o sol fica reservado para os telhados dos mais altos edifícios. Mas, ainda assim, quando me livrei do trânsito infernal e finalmente pus os pés em Nova Iorque fiquei com sensação de que os prédios não eram tão altos como os imaginara com a ajuda de tantos filmes, fotos e livros. Altíssimos, sem dúvida! Mas pensei que iria ficar mais esmagado.
 
Nova iorque
 
 
Precisei de ir «lá acima» para sentir o que esperava viver «lá em baixo». A grandiosidade nova-iorquina em termos de betão é mais palpável do alto, não de um avião, mas sim de um dos edifícios mais imponentes, porque com som e sem o isolamento total de uma janela toda a experiência se intensifica. As sirenes constantes da polícia e bombeiros, uma realidade omnipresente e não uma ficção cinematográfica, ironicamente alimentam de vida a cidade, já que os sons individuais das pessoas não sobem tão alto. Ao longe veem-se os aviões a circular de e para os aeroportos que servem Nova Iorque e é inevitável pensar que um dia dois houve que se aproximaram demasiado.
Bem aconselhado por um nova-iorquino residente em Portugal, o escritor Richard Zimler, a escolha recaiu sobre o observatório do Top of the Rock, no Rockfeller Center, onde se evitam as longas filas do Empire State Building e, além disso, se tem vista privilegiada sobre este último.
Foi assim no alto do Top of the Rock que finalmente me senti esmagado por Nova Iorque, onde a noite me comprovou que se há uma cidade-luz, esta será a cidade das luzes. Aqui senti-me no centro do nosso mundo, e soube bem, e isso fica para sempre.
nova iorque 1
Depois, desci, não vi o Jimmy Fallon e mergulhei naquele zumbido constante de motores, conversas, risos, música, entre luzes e néons e passei a ser uma partícula de uma paisagem deslumbrante observada por alguém que se terá cruzado comigo no outro elevador.

Categoriespartículas dos dias

Podcast Et(h)er dos dias

Olá a todos. E chega mais uma partículas deste projecto. O Podcast. O primeiro episódio já está disponível para audição. É sobre o Destaque do mês, o Projecto S.O.G.A. com Catarina Quadros. Vale a pena escutar esta conversa muito interessante e rica de experiência e partilha. No Menu não dá para ligar directamente, mas fica aqui o link para acederem e assinarem o PODCAST.
Vejam em
https://castbox.fm/channel/et(h)er-dos-dias-id1167672?country=pt
Até breve.

Categoriespartículas de cinema

Oscares

    • A Forma da Água
      A Forma da Água
      Guillermo del Toro
    • A Hora Mais Negra
      A Hora Mais Negra
      Joe Wright
    • Chama-me Pelo Teu Nome
      Chama-me Pelo Teu Nome
      Luca Guadagnino
    • Dunkirk
      Dunkirk
      Christopher Nolan
    • Foge
      Foge
      Jordan Peele
    • Lady Bird
      Lady Bird
      Greta Gerwig
    • Linha Fantasma
      Linha Fantasma
      Paul Thomas Anderson
    • The Post
      The Post
      Steven Spielberg
    • Três Cartazes à Beira da Estrada
      Três Cartazes à Beira da Estrada
      Martin Mcdonagh
  • Melhor Realização

    • Dunkirk
      Christopher Nolan
      Dunkirk
    • Lady Bird
      Greta Gerwig
      Lady Bird
    • A Forma da Água
      Guillermo del Toro
      A Forma da Água
    • Foge
      Jordan Peele
      Foge
    • Linha Fantasma
      Paul Thomas Anderson
      Linha Fantasma
  • Melhor Ator

    • Linha Fantasma
      Daniel Day-Lewis
      Linha Fantasma
    • Foge
      Daniel Kaluuya
      Foge
    • Roman Israel, Esq.
      Denzel Washington
      Roman Israel, Esq.
    • A Hora Mais Negra
      Gary Oldman
      A Hora Mais Negra
    • Chama-me Pelo Teu Nome
      Timothée Chalamet
      Chama-me Pelo Teu Nome
  • Melhor Atriz

    • Três Cartazes à Beira da Estrada
      Frances McDormand
      Três Cartazes à Beira da Estrada
    • Eu, Tonya
      Margot Robbie
      Eu, Tonya
    • The Post
      Meryl Streep
      The Post
    • A Forma da Água
      Sally Hawkins
      A Forma da Água
    • Lady Bird
      Saoirse Ronan
      Lady Bird
  • Melhor Ator Secundário

    • Todo o Dinheiro do Mundo
      Christopher Plummer
      Todo o Dinheiro do Mundo
    • A Forma da Água
      Richard Jenkins
      A Forma da Água
    • Três Cartazes à Beira da Estrada
      Sam Rockwell
      Três Cartazes à Beira da Estrada
    • The Florida Project
      Willem Dafoe
      The Florida Project
    • Três Cartazes à Beira da Estrada
      Woody Harrelson
      Três Cartazes à Beira da Estrada
  • Melhor Atriz Secundária

    • Eu, Tonya
      Allison Janney
      Eu, Tonya
    • Lady Bird
      Laurie Metcalf
      Lady Bird
    • Linha Fantasma
      Lesley Manville
      Linha Fantasma
    • Mudbound - As Lamas do Mississípi
      Mary J. Blige
      Mudbound – As Lamas do Mississípi
    • A Forma da Água
      Octavia Spencer
      A Forma da Água
  • Melhor Filme de Animação

    • A Paixão de Van Gogh
      A Paixão de Van Gogh
    • Coco
      Coco
    • Ferdinando
      Ferdinando
    • The Boss Baby
      The Boss Baby
    • The Breadwinner
      The Breadwinner
  • Melhor Documentário (Longa-Metragem)

    • Abacus: Small Enough to Jail
      Abacus: Small Enough to Jail
    • Icarus
      Icarus
    • Last Men in Aleppo
      Last Men in Aleppo
    • Olhares Lugares
      Olhares Lugares
    • Strong Island
      Strong Island
  • Melhor Filme Estrangeiro

    • Corpo e Alma
      Corpo e Alma
      Hungria
    • Loveless - Sem Amor
      Loveless – Sem Amor
      Rússia
    • O Quadrado
      O Quadrado
      Suécia
    • The Insult
      The Insult
      Líbano
    • Uma Mulher Fantástica
      Uma Mulher Fantástica
      Chile
  • Melhor Argumento Original

    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • Amor de Improviso
      Amor de Improviso
    • Foge
      Foge
    • Lady Bird
      Lady Bird
    • Três Cartazes à Beira da Estrada
      Três Cartazes à Beira da Estrada
  • Melhor Argumento Adaptado

    • Chama-me Pelo Teu Nome
      Chama-me Pelo Teu Nome
    • Jogo da Alta-Roda
      Jogo da Alta-Roda
    • Logan
      Logan
    • Mudbound - As Lamas do Mississípi
      Mudbound – As Lamas do Mississípi
    • Um Desastre de Artista
      Um Desastre de Artista
  • Melhor Caracterização

    • A Hora Mais Negra
      A Hora Mais Negra
    • Vitória e Abdul
      Vitória e Abdul
    • Wonder - Encantador
      Wonder – Encantador
  • Melhor Guarda-Roupa

    • A Bela e o Monstro
      A Bela e o Monstro
    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • A Hora Mais Negra
      A Hora Mais Negra
    • Linha Fantasma
      Linha Fantasma
    • Vitória e Abdul
      Vitória e Abdul
  • Melhor Fotografia

    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • A Hora Mais Negra
      A Hora Mais Negra
    • Blade Runner 2049
      Blade Runner 2049
    • Dunkirk
      Dunkirk
    • Mudbound - As Lamas do Mississípi
      Mudbound – As Lamas do Mississípi
  • Melhor Montagem

    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • Baby Driver: Alta Velocidade
      Baby Driver: Alta Velocidade
    • Dunkirk
      Dunkirk
    • Eu, Tonya
      Eu, Tonya
    • Três Cartazes à Beira da Estrada
      Três Cartazes à Beira da Estrada
  • Melhor Banda Sonora

    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • Dunkirk
      Dunkirk
    • Linha Fantasma
      Linha Fantasma
    • Star Wars: Os Últimos Jedi
      Star Wars: Os Últimos Jedi
    • Três Cartazes à Beira da Estrada
      Três Cartazes à Beira da Estrada
  • Melhor Canção Original

    • Chama-me Pelo Teu Nome
      Chama-me Pelo Teu Nome
      “Mystery of Love”
    • Coco
      Coco
      ” Remember Me “
    • Marshall
      Marshall
      “Stand up for something
    • Mudbound - As Lamas do Mississípi
      Mudbound – As Lamas do Mississípi
      “Mighty River”
    • O Grande Showman
      O Grande Showman
      “This Is Me”
  • Melhores Efeitos Visuais

    • Blade Runner 2049
      Blade Runner 2049
    • Guardiões da Galáxia Vol. 2
      Guardiões da Galáxia Vol. 2
    • Kong: Ilha da Caveira
      Kong: Ilha da Caveira
    • Planeta dos Macacos: A Guerra
      Planeta dos Macacos: A Guerra
    • Star Wars: Os Últimos Jedi
      Star Wars: Os Últimos Jedi
  • Melhores Efeitos Sonoros

    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • Baby Driver: Alta Velocidade
      Baby Driver: Alta Velocidade
    • Blade Runner 2049
      Blade Runner 2049
    • Dunkirk
      Dunkirk
    • Star Wars: Os Últimos Jedi
      Star Wars: Os Últimos Jedi
  • Melhor Mistura de Som

    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • Baby Driver: Alta Velocidade
      Baby Driver: Alta Velocidade
    • Blade Runner 2049
      Blade Runner 2049
    • Dunkirk
      Dunkirk
    • Star Wars: Os Últimos Jedi
      Star Wars: Os Últimos Jedi
  • Melhor Direção Artística

    • A Bela e o Monstro
      A Bela e o Monstro
    • A Forma da Água
      A Forma da Água
    • A Hora Mais Negra
      A Hora Mais Negra
    • Blade Runner 2049
      Blade Runner 2049
    • Dunkirk
      Dunkirk
  • Melhor Curta-Metragem de Animação

    • Dear Basketball
    • Garden Party
    • Lou
    • Negative Space
    • Revolting Rhymes
  • Melhor Curta-Metragem de Imagem Real

    • DeKalb Elementary
    • My Nephew Emmett
    • The Eleven O’Clock
    • The Silent Child
    • Watu Wote (All of Us)
  • Melhor Documentário (Curta-Metragem)

    • Edith+Eddie
    • Heaven Is a Traffic Jam on the 405
    • Heroin(e)
    • Knife Skills
    • Traffic Stop
Categoriespart(í)culas mu(s)icais partículas dos dias

Concerto solidário SOGA

No proximo dia 2 de Março, no Conservatório de Coimbra, vai-se realizar um concerto de angariação de fundos, pela associação S.O.G.A., o destaque deste mês aqui no mundo Et(h)eriano. Assim, convido e desafio toda a comunidade que possa e deseje, a contactar a associação, para poder desde já assegurar o seu bilhete para o concerto.
Deixo o texto da associação, que publicou numa pagina de evento, no Facebook.
Vem-nos lá… sim o Et(h)er vai e depois volta para partilhar…
“Mudar o mundo enquanto se ouve um concerto magnífico? A combinação perfeita!
Por apenas 6€ os amantes de Gospel e amigos da ilha de Soga, vão juntar-se no Conservatório de Musica de Coimbra para um concerto do Coimbra Gospel Choir!
Fazendo parte desta família, contamos consigo e com os seus, certo?!
Pode comprar os bilhetes no próprio conservatório, com um dos voluntários da Associação S.O.G.A, ou envaindo email para geral@soga.pt
Marcamos encontro lá!”